Entrevista sobre TV Digital para a UnisulTV

Padrão

No dia 21/11/2013 foi ao ar na UnisulTV, a minha entrevista sobre TV Digital no programa Ciência e Pesquisa do Prof. Dr. Gilson Rocha Reynaldo. Foi uma honra participar do programa, onde pudemos discutir sobre o papel da TV Digital na sociedade brasileira e sanar algumas dúvidas sobre a digitalização da TV. Por coincidência, semanas após a exibição, a nossa cidade recebeu o sinal de mais um canal de TV digital. Sendo assim o programa cumpriu com o seu papel de trazer à tona este tema para a comunidade.

Seguem abaixo os três blocos do programa:

Bloco 1:

Bloco 2:

Bloco 3:

Pós graduação em Ensino de Ciências

Padrão

Neste ano de 2011 finalizei a minha pós graduação lato sensu em Ensino de Ciências pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC). Foi uma experiência interessante conhecer este ramo do saber, e estudar as técnicas de ensino de conteúdos científicos. As disciplinas sequenciais envolviam várias áreas do conhecimento, passando entre a didática, a filosofia, psicologia e diversas outras áreas.

Para minha monografia de conclusão de curso desenvolvi um projeto de pesquisa orientado pelo prof. José Roque Damasco Neto sobre Os Obstáculos Didáticos e Epistemológicos do Ensino de Lógica de Programação, onde pude aplicar à minha área de docência os conhecimentos obtidos com a especialização.

Licenciatura em Educação Profissional

Padrão

Entre os anos de 2010 e 2011 tive o prazer de ser selecionado para participar do Programa Especial de Formação Pedagógica para Formadores da Educação Profissional. Um projeto da Direção Nacional do SENAI que visa capacitar seu corpo docente para o exercício do magistério em ensino técnico e tecnológico.

De acordo com o sistema educacional brasileiro, para exercer a profissão de professor no ensino básico (ensino infantil, fundamental, médio e técnico) é necessário que o docente possua licenciatura, um nível de graduação que habilita o indivíduo para lecionar. Porém, na área técnica e tecnológica, os docentes em geral são graduados como bacharéis em suas áreas do conhecimento, assim, se faz necessário para estes profissionais um curso de licenciatura para bacharéis. Dessa forma, junto ao programa de Formação Pedagógica do SENAI, os participantes são matriculados em um curso de Licenciatura Plena em Educação Profissional ofertado pela UNISUL, que assim habilita plenamente o indivíduo para o exercício da profissão docente nível profissionalizante.

Tal como qualquer graduação, foi necessário um trabalho de conclusão de curso, e para a minha monografia desenvolvi um projeto de intervenção orientado pela professora Flavia Wagner envolvendo A Integração entre Educação e Inovação em uma Instituição de Ensino Profissional, onde criei estratégias de envolvimento entre os projetos da instituição de ensino com os projetos dos alunos obtendo resultados efetivos, envolvendo competições, vagas de estágio, viajens de estudos e publicação de trabalhos.

Modelo Computacional para Diagnóstico do Nível de Daltonismo

Padrão

De 2008 à 2009 fui bolsista do Programa Unisul de Iniciação Científica (PUIC), onde orientado pelo professor Ademar Schmitz, desenvolvi um teste de diagnóstico do daltonismo automatizando o teste Farnsworth D-15, utilizando inteligência artificial para inferir os resultados com redes neurais.

Os resultados deste projeto foram publicados no IV JUNIC (Jornada Unisul de Iniciação Científica), em 2009, onde apresentei o projeto na Unisul Campus Pedra Branca.

 

Modelo Computacional para Diagnóstico do Nível de Daltonismo

Ranieri Alves dos Santos
Ademar Schmitz

Resumo
O presente trabalho apresenta um teste computadorizado para o diagnóstico do daltonismo em usuários da web. O trabalho é fruto de um projeto de pesquisa que visava estudar os níveis de daltonismo, fazer um levantamento de técnicas computacionais capazes de auxiliar no diagnóstico do nível do mesmo, elaborar um modelo computacional capaz de diagnosticar o nível de daltonismo de usuários da web, implementar o modelo proposto e testar sua eficácia em usuários finais. O teste foi desenvolvido em ambiente web com recursos dinâmicos de arrastar e soltar facilitando a experiência do usuário. O mesmo é baseado em um modelo inteligente definido previamente, utilizando técnicas de inteligência artificial para a classificação de cada um dos níveis de deficiência. Foi utilizado como base, o teste de visão Farnsworth D-15 para identificar os níveis de daltonismo, e para obter tais diagnósticos foi utilizada uma rede neural do tipo Perceptron. Ao final do projeto o teste foi submetido a testes com usuários que já tinham ciência de sua deficiência ou não, onde foram obtidos resultados positivos, tendo assim a eficiência do trabalho foi comprovada.
Palavras-chave: Daltonismo. Diagnóstico Inteligente. Redes Neurais.

Arquivos