Treinamento Jboss + Semana em SP

Padrão

Como parte do meu processo pessoal de reposicionamento de mercado sofrido em 2012, resolvi fazer um treinamento de 3 dias em SP e permanecer lá pelo restante da semana para conhecer novas empresas e fazer contatos diferentes. Desta forma, exato um ano após fazer um treinamento em São Paulo, retornei para mais uma experiência na terra da garôa.

Vista da Green Treinamentos @ Av. Paulista

Vista da Green Treinamentos @ Av. Paulista

Como já era de meu interesse fiz o treinamento de Jboss: Arquitetura e Administração da Dextra Sistemas. O treinamento ocorreu na avenida paulista na sede da Green Treinamentos. O instrutor da Dextra, muito capaz, nos mostrou os macetes e a base da administração de servidores de aplicação Jboss, a turma era bastante heterogênea, o que fez da experiência educacional algo ainda mais interessante. Os laboratórios práticos, os cases de clientes e exemplos de colegas do curso foram extremamente didáticos e serviram para formar meu conhecimento no assunto.

Como da outra vez em que tive tempo livre em SP foi por acidente, desta vez vim preparado para conhecer melhor a cidade, munido da minha carteira de estudante (não tinha terminado a pós ainda) e com um mapa das linhas de metrô no bolso iniciei minha aventura.

Pavilhão Japonês

Pavilhão Japonês

Parque Ibirapuera – Notei que o local é abstract socioeconômico da cidade, onde amostras das tribos locais se relacionam. Dentro da megaestrutura existem inúmeros locais de visitação, como o museu de arte moderna, o futurístico auditório ibirapuera projetado por Niemeyerer, o bosque da leitura, um gigante viveiro de plantas, e na sua externa fica ainda o monumento às bandeiras. Mas o destaque fica para o Pavilhão Japonês, a réplica de uma típica propriedade nipônica com pátio repleto de árvores características, um lago com carpas orientais, bem como uma casa com armaduras e outros objetos samurais.

Vista do Terraço Itália

Vista do Terraço Itália

Terraço Itália – Um dos melhores pontos da capital paulista, no topo do Edifício Itália, um dos, senão o mais alto prédio de São Paulo. Trata-se de um restaurante panorâmico envolto em vidros com arquitetura retrô que possibilita uma visão privilegiada da cidade. Dada sua presença unânime nos guias de SP, resolvi conhecer o local. Os valores não são convidativos, mas o ambiente, a vista e clima do local concerteza fazem valer a pena.

 

Estação da Luz

Estação da Luz

Estação da Luz – Um dos cartões postais da cidade antiga, esta estação é o gateway para diversas linhas do metrô e possui uma incrível estrutura baseada na torre do Big Ben e na catedral de Westminter. Anexo à estação está o Museu da Lingua Portuguesa, um templo high tech ao nacionalismo a lá Mussolini, repleto de citações midiáticas e interativas sobre a cultura brasileira (futebol, carnaval, etc). Nos entornos da estação estão ainda o Jardim da Luz e a Pinacoteca.

 

Igreja Nova Semente

IASD Nova Semente – No coração da cidade, em parelelo à Av. Paulista, a comunidade urbana possui um oásis para reflexão e busca de Deus. No sábado visitei a Nova Semente em duas oportunidades, pela manhã na programação Comunidade, e pela noite no programa Conexão com a presença do grupo Artpella (sim, aqueles que ganharam o programa Astros). Com uma infraestrutura invejável os programas são inspiradores, e a banda é incrível, composta por músicos de primeira.

 

Catedral da Sé

Catedral da Sé

Catedral da Sé – Com uma arquitetura inspirada nas grandes catedrais medievais, situada em frente à Praça da Sé, esta igreja possui diversos mosaicos trazidos diretamente da Europa e é considerada uma das maiores existentes na atualidade. Seu órgão de 12 mil tubos é o maior da América Latina. Tive a sorte ainda de assistir parte do ensaio da orquestra local. A catedral foi construída sobre uma cripta subterrânea que possui horário marcado para visitação, mas isso ficou para uma próxima viagem.

 

Mercado Municipal

Mercado Municipal – Sempre ouvi falar, e resolvi conferir como é. O “mercado” fica no centro antigo da cidade, e abriga variado varejo de produtos alimentícios, desde carnes, verduras, frutas, vegetais exóticos, etc. Salvo de todo o odor deste mix de perecíveis, no segundo andar existe uma praça de alimentação com restaurantes tradicionais do local #ficadica.

 

.

Masp

MASP – O Museu de Arte de São Paulo, com uma estrutura de vários andares sobre e também no subsolo, abriga obras de artistas como Van Gogh e Picasso bem como exposições itinerantes. E para minha sorte pude apreciar uma exposição incrível sobre Roma, com armas, documentários, armaduras e estátuas alusivas à Roma Antiga. No térreo do MASP no domingos existe uma feira de antiguidades, onde pude ainda comprar algumas moedas antigas nacionais e internacionais.

 

Livraria Cultura

Livraria Cultura

Livrarias – Em meio as caminhadas entre os pontos da cidade, e de metrô em metrô, não existem locais para descansar os pés melhores do que as livrarias em SP. Lojas como a da Livraria Saraiva, Livraria Cultura e Fnac oferecem ambientes sensacionais em seu showroom de livros e eletrônicos, onde pude ler um capítulo do livro Conceitos de Linguagens de Programação em um sofá confortável em frente de uma TV full hd assistindo algum desses standup comedies genéricos (obs: o livro é muito bom).

 

Loja da Teodoro Sampaio

Loja da Teodoro Sampaio

Rua Teodoro Sampaio – O paraíso dos músicos! Uma rua repleta de lojas especializadas em instrumentos em ambos os lados da via. Berço de impérios de música como Gang, Tango, Hendrix Music, e Made in Brazil a rua possui diversas lojas especialistas em alguns segmentos musicais, ou genéricas. Existem ainda galerias e verdadeiros shoppings de lojas com salas específicas para pianos, para cordas, acústicos, tecnologia musical, etc. Mas ao contrário do que eu imaginava, lá não é um local para se comprar algo, mas sim para artistas profissionais encontrarem tudo o que desejam de última hora por um alto preço.

Vila Olímpia

Vila Olímpia – Após alguns metrôs subterrâneos e trens de superfície cheguei no “vale do silício” paulistano, o bairro que abriga grandes coorporações da tecnologia como Google, Microsoft, Facebook, Motorola, Intel, e escritórios de gigantes como Camargo Corrêa, Santander, Chrysler e Gol. É um importante centro financeiro da cidade e fruto da decentralização urbana de SP. Uma moderna zona que possui mais helipontos do que pontos de ônibus, e extremamente estereotipada pelos executivos e estagiários engravatados andando a 300bpm.

Para conhecer a cidade indico sites como SP para Iniciantes e Cidade de SP.

Curso de JSF2+CDI – Caelum – SP

Padrão

Buscando minha capacitação profissional em Java, em abril de 2011 fui à São Paulo na Caelum realizar o curso FJ-26 – Laboratório Web com JSF e CDI. Procurei o curso pois gostaria de me atualizar quanto ao framework JSF na versão 2 e também para conhecer a abordagem CDI. Escolhi a Caelum devido ao seu nome ligado ao Java no país e também pela qualidade das suas apostilas disponibilizadas gratuitamente na internet.

“Dito e feito”, o material do curso é excelente, os exemplos e a metodologia. Porém como professor que sou não acredito que o sucesso no ensino seja como uma corrida de Fórmula 1, onde o fator decisivo não é tanto a técnica e a qualidade do piloto, mas sim a tecnologia e a força da escuderia. O mesmo aplico ao curso, de nada adiantaria toda a qualidade da “escuderia” Caelum se não fosse a maestria do “piloto/instrutor” Erich Egert. De forma muito clara soube expor as situações problema, e dominando como tal a tecnologia transformou um “curso de Java” em uma aula sobre como ensinar Java.

Parabéns à todos da Caelum que me atenderam muito bem e principalmente à equipe responsável pelos treinamentos e materiais bem como ao grande instrutor Erich. Recomendo fortemente a Caelum para quem deseja se capacitar profissionalmente na área de tecnologia.

Metrô @ SP

Metrô @ SP

Dados alguns problemas com datas e passagens fiquei mais alguns dias em São Paulo, assim aproveitei para conhecer melhor a cidade, e fui à lugares que julguei interessantes porém talvez não muito convencionais:

Mosteiro de São Bento – Linda greja com arquitetura gótica que abriga um relógio histórico e um órgão com mais de 6 mil tubos.

Zoo @ SP

Zoo @ SP

Zoológico de São Paulo – O maior zoo do Brasil e o quarto maior do mundo. Uma estrutura imensa no Jabaquara expondo diversos animais. Porém ao contrário do que o site dizia, não encontrei os suricatos lá.

Centro Histórico – Passei pelo Vale do Anhangabaú, Largo São Bento (citado acima), Largo da Memória, etc. Uma zona interessante repleta de edifícios antigos, os primeiros do país.

Passei também por várias estações de metrô, em uma cheguei até a tocar piano em uma das estações, conheci a avenida paulista e apreciei a gastronomia da rua augusta, e mesmo após ir ao aeroporto errado na volta, cheguei são e salvo em casa.

 

Graduação em Sistemas de Informação

Padrão

Mais uma etapa da graduação concluída, aliás, toda graduação concluída. Apresentei dia 26/06/09 o meu projeto de conclusão de curso em Sistemas de Informação pela UNISUL. Iniciei o bacharelado em Sistemas de Informação no segundo semestre de 2005, e finalizo agora no primeiro semestre de 2006.

Projeto de Conclusão

O projeto tinha por título T-learning: Um Ambiente de Ensino à Distância Baseado na TV Digital Interativa, e abordava as vantagens do Sistema Brasileiro de Televisão Digital frente aos outros existentes e sua aplicação para o ensino a distância. Foi desenvolvido um modelo de interações e mediações para o ensino e ao final foi implementado um protótipo funcional do modelo em plataforma de TV digital. O projeto foi orientado pelo professor Rafael Avila Faraco, e consistia em duas interfaces principais, uma pela web, onde o professor gerenciava e criava suas aulas, avaliações e notas, e outra pela TV digital, onde o aluno assistia às aulas e realizava as avaliações.

Arquivos

Atividades Acadêmicas

Ainda durante a graduação, participei de um projeto de iniciação científica, fiz um curso sequencial de complementação de estudos em Desenvolvimento de Soluções Java e publiquei alguns artigos relacionados com o meu projeto de conclusão e com o de IC.

A grade curricular do curso incluía um núcleo orientado de disciplinas em Desenvolvimento Web, e como núcleo livre cursei Didática e Gerência de Projetos.