Modelo Computacional para Diagnóstico do Nível de Daltonismo

Padrão

De 2008 à 2009 fui bolsista do Programa Unisul de Iniciação Científica (PUIC), onde orientado pelo professor Ademar Schmitz, desenvolvi um teste de diagnóstico do daltonismo automatizando o teste Farnsworth D-15, utilizando inteligência artificial para inferir os resultados com redes neurais.

Os resultados deste projeto foram publicados no IV JUNIC (Jornada Unisul de Iniciação Científica), em 2009, onde apresentei o projeto na Unisul Campus Pedra Branca.

 

Modelo Computacional para Diagnóstico do Nível de Daltonismo

Ranieri Alves dos Santos
Ademar Schmitz

Resumo
O presente trabalho apresenta um teste computadorizado para o diagnóstico do daltonismo em usuários da web. O trabalho é fruto de um projeto de pesquisa que visava estudar os níveis de daltonismo, fazer um levantamento de técnicas computacionais capazes de auxiliar no diagnóstico do nível do mesmo, elaborar um modelo computacional capaz de diagnosticar o nível de daltonismo de usuários da web, implementar o modelo proposto e testar sua eficácia em usuários finais. O teste foi desenvolvido em ambiente web com recursos dinâmicos de arrastar e soltar facilitando a experiência do usuário. O mesmo é baseado em um modelo inteligente definido previamente, utilizando técnicas de inteligência artificial para a classificação de cada um dos níveis de deficiência. Foi utilizado como base, o teste de visão Farnsworth D-15 para identificar os níveis de daltonismo, e para obter tais diagnósticos foi utilizada uma rede neural do tipo Perceptron. Ao final do projeto o teste foi submetido a testes com usuários que já tinham ciência de sua deficiência ou não, onde foram obtidos resultados positivos, tendo assim a eficiência do trabalho foi comprovada.
Palavras-chave: Daltonismo. Diagnóstico Inteligente. Redes Neurais.

Arquivos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *