Ginga Brasil – PUC-Rio

Padrão

A fim de impulsionar o uso da Linguagem NCL e do Ginga, middleware brasileiro de interatividade de TV Digital, o laboratório TeleMidia da PUC-Rio, grupo responsável pelo desenvolvimento destas tecnologias criou o programa Ginga Brasil. Este programa consiste em uma capacitação em Desenvolvimento de Conteúdo Audiovisual Interativo para o Ginga-NCL formando multiplicadores que compartilharão o conhecimento em programação com NCL pelo país.

A capacitação inicial, onde seriam treinados os multiplicadores ocorreria na PUC-Rio com os próprios responsáveis pelo Ginga-NCL do laboratório TeleMidia. E visando aprofundar meus conhecimentos em NCL e difundir a tecnologia em nossa região resolvi participar inscrevendo dois alunos meus (Leonardo Thizon Waterkemper e Vitor Freitas Santos), e para a nossa alegria fomos selecionados para o programa.

Ao descermos no Rio de Janeiro pegamos um taxi-contador-de-histórias-guia-turístico que nos mostrou vários pontos turísticos da cidade, praias e detalhes de suas amizades com artistas globais, o que transformou uma viajem de poucos minutos em uma recepção agradável que nos prepararia para os próximos dias. Ao chegarmos nas dependências da PUC na Gávea logo percebemos uma grande movimentação, átipica para nossos padrões, visto que era período vespertino em uma universidade em época de férias, realmente estávamos em um ambiente novo. Após atravessarmos o saguão dos pilotis, local que serviu de cenário para cenas do filme Tropa de Elite, chegamos no laboratório TeleMídia, onde fomos gentilmente recebidos pelo prof. Luiz Fernando Gomes Soares e seu time de alunos.

Leonardo, Vitor, Prof. Luiz Fernando, Ranieri

Leonardo, Vitor, Prof. Luiz Fernando, Ranieri

Nos dias seguintes participamos do treinamento de 40 horas juntamente com participantes de todo o país. Todo o curso foi ministrado pelo próprio prof. Luiz Fernando, apelidado no Brasil como o “pai do Ginga”, uma figura muito carismática que com o auxílio dos seus alunos que trabalham no TeleMidia conduziu com primor o treinamento, motivando e ensinando os futuros multiplicadores sobre as funcionalidades da linguagem NCL. Com exercícios claros e com uma didática exemplar o prof. Luiz Fernando conduzia a aula enquanto sua equipe de alunos do TeleMidia servia à turma como monitores, sempre muito solícitos em ajudar e demonstrando muita fluência no tema.

Como ficamos hospedados na PUC-Rio pudemos participar do dia a dia da universidade. Uma ótima experiência, pois convivemos em um ambiente acadêmico em época de férias, que não parou por um só segundo. Era comum encontrarmos alunos estudando, pesquisando e trabalhando em seus projetos até altas horas. Na mesma época ocorriam outros dois ou três eventos, a equipe de robótica não parava de trabalhar, e haviam estudantes por todo o lado trabalhando e estudando, algo realmente inspirador.

Já que no final de semana tivemos tempo livre, aproveitamos para conhecer a cidade do Rio. No sábado fui na histórica IASD do Botafogo, no Parque Laje, na Casa de Rui Barbosa, passei pela Lagoa Rodrigo de Freitas, e em algumas praias como a de Copacabana, Ipanema e do Leblon. E junto com meus alunos, no domingo fizemos uma expedição entre taxis e vans, e chegamos ao Cristo Redentor.

Conhecer o Rio de Janeiro e participar de um treinamento do próprio laboratório TeleMidia, aprendendo com profissionais que estudei, li e utilizei suas publicações em trabalhos anteriores realmente foi uma experiência incrível. Porém, o grande destaque foi ter a experiência de conviver e conhecer de perto a equipe do laboratório. Neste curso não aprendemos apenas o conteúdo, mas recursivamente aprendemos a ensinar, com o exemplo de dedicação e cidadania impresso pelo prof. Luiz Fernando e sua equipe unindo liderança, conhecimento e humildade.