Modelo de Interações para os Processos de Ensino Baseados em TV Digital

Padrão

Em novembro de 2009 estive em Bauru-SP para o primeiro Simpósio Internacional de Televisão Digital (I SIMTVD) para apresentar o meu artigo fruto do meu trabalho de conclusão de curso.

Além de ter a honra de apresentar o meu artigo, também tive a oportunidade de assitir grandes nomes da TV Digital no Brasil, como o prof. Guido Lemos (UFPB), Fernando Bittencourt (TV Globo) e o prof. Luiz Fernando G. Soares (PUC-Rio).

 

Modelo de Interações para os Processos de Ensino Baseados em TV Digital

Ranieri Alves dos Santos
Rafael Avila Faraco
Vitor de Souza Gomes

Resumo
O ponto norteador deste trabalho baseia-se nas altas taxas de analfabetismo digital, e do grande abismo que divide os indivíduos que possuem acesso à informação e os que não possuem. Fato que é ligeiramente acelerado pela constante convergência digital que as tecnologias da informação e comunicação vem sofrendo, portanto é necessária a adoção de políticas inclusivas visando amenizar as distâncias entre esse abismo. Tendo em vista que apenas uma mínima porcentagem da população possui acesso a computadores e internet, e que quase que a totalidade da mesma possui em seus lares ao menos um aparelho televisor, o governo brasileiro resolveu instituir um sistema de televisão digital, aberto e gratuito, buscando justamente a promoção e a democratização da informação no país, por meio da televisão. Fornecendo com este sistema um padrão que possibilita uma enorme gama de atributos que colocam o Brasil à frente de tecnologias digitais de ponta, com capacidades totalmente inovadoras para o atual modo televisivo, possibilitando uma infinidade de possibilidades interativas por meio da televisão. Para utilizar tal sistema e suas peculiaridades este trabalho propõe o uso da modalidade de ensino a distância, já consagrada por seus resultados utilizando outras mídias, televisivas ou não, para atingir a população com informação fornecendo um modelo baseado na televisão digital para o ensino a distância. Em face ao fato que aplicações de ensino a distância são baseadas em sua grande maioria nas interfaces de meio computacional, este trabalho apresenta uma abordagem diferenciada, para portar os seus conceitos para a televisão digital. O presente trabalho aborda uma pesquisa, modelagem, o design de interação, o desenvolvimento e a avaliação de um modelo de ensino a distância interativo, baseado em mídias emergentes, como a TV digital e a web, implementando um protótipo onde o professor em sua interface web gerencia suas aulas testes de aprendizagem, e desempenho dos seus alunos que acessam por sua interface em TV digital, onde ambos trocam mensagens entre si.
Palavras-Chave: TV Digital Interativa. Design de Interação. Ensino a Distância.

Arquivos